MENU >
Peça já uma Pré-Aprovação Sem Qualquer Compromisso

6 dicas para conseguir pagar dívidas

O ano ainda está no início, mas já se vê às voltas com algumas dívidas? Infelizmente este é um cenário comum na vida de muitas famílias, especialmente devido à crise provocada pela pandemia.

Aqueles que perderam o emprego ou tiveram os rendimentos reduzidos provavelmente deixaram de pagar algumas contas para conseguirem ter os bens essenciais.

Mas calma, ainda é possível pagar tudo o que deve e terminar o ano relaxadamente. Saiba como ao ler as 6 dicas que listamos a seguir!

Dívidas: Livre-se de forma definitiva com estas 6 dicas

Quem tem dívidas certamente vive em constante preocupação e deseja regularizar as pendências para que o problema não se torne ainda mais crítico.

Porém, muitos não sabem sequer por onde começar e como lidar com a situação de endividamento, especialmente quando o orçamento já está apertado.

Mas, saiba que com determinação e um bom planeamento financeiro, é possível lidar com esta situação. De seguida, apresentamos 6 dicas valiosas que irão ajudar a conquistar a tão sonhada liberdade financeira de forma definitiva!

1 – Conheça o valor total

Não adianta tentar fugir, é preciso encarar o problema de frente para ser capaz de colocar novamente as finanças em ordem. O primeiro passo para isso é saber qual é o valor total das suas dívidas.

Afinal, como pode conseguir alternativas quando não sabe o tamanho da dívida? Impossível! Por isso, esta é uma etapa crucial.

Faça uma tabela com todas as pendências, seja de empréstimos, cartão de crédito... Anote também as taxas de juro para saber qual é a mais crítica e deve ser priorizada.

2 – Organize as finanças pessoais

Ao saber quanto deve, está na altura de conhecer a dinâmica das suas finanças pessoais. E isto é algo que deve ser feito sempre, independentemente de ter ou não incumprimentos.

Anote o quanto recebe e despesas para conseguir visualizar o que não está a encaixar no orçamento.

É muito importante conhecer o orçamento doméstico e trabalhar com ele para respeitar os limites de gastos. Também é fundamental para definir como pagar as pendências sem comprometer o pagamento das despesas da casa.

3 – Renegociar as dívidas: priorize a que tem juros maiores

O maior interesse do seu credor é receber. Por isso, se este perceber que não tem condições para pagar o valor integral da dívida, estará aberto a uma nova renegociação para minimizar o prejuízo.

Portanto, verifique entre as suas dívidas qual possui a taxa de juro mais elevada. Essa deve ser a sua prioridade, pois o valor total do débito vai aumentar mais rapidamente e em menos tempo.

Tente renegociar com o credor, solicite uma proposta para pagamento à vista ou um parcelamento que seja viável.

4 – Mantenha o controlo total dos gastos

Para que a situação não piore, é importante adotar um controlo financeiro rígido, eliminando gastos desnecessários e priorizando o pagamento de todas as contas do mês.

Comece a criar metas de consumo e trabalhe-as com o seu orçamento de forma inteligente.

5 – Poupe uma parte dos rendimentos mensais

Poupar também é uma estratégia que faz parte do planeamento financeiro. Independentemente de quanto ganha, é sempre possível separar uma percentagem para construir uma reserva de emergência.

Este recurso é essencial, pois poderá aliviar as finanças em situações imprevistas, de forma que não precise de contratar um empréstimo e adquirir mais uma obrigação.

6 – Evite muitas prestações

Se não tem o dinheiro para comprar algo, então é melhor aguardar e juntar o dinheiro invés de parcelar a compra.

O parcelamento de compras, quando é feito sem controlo, acaba por criar problemas graves para o bolso. Isto porque quando junta as prestações pode verificar que ultrapassam o limite possível do seu orçamento.

Viver com dívidas é muito desagradável e prejudicial. Portanto, é preciso estar sempre à procura de conhecimentos sobre finanças pessoais para que essa situação não se repita. Siga as nossas dicas e mantenha a sua vida financeira saudável!

Peça já uma Pré-Aprovação Sem Qualquer Compromisso
Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.