MENU >
Peça já uma Pré-Aprovação Sem Qualquer Compromisso

Qual a melhor forma para conseguir empréstimo no banco

Se o orçamento não é suficiente para cobrir todas as despesas do mês ou se possui algum projeto que exija dinheiro, tem várias soluções para obter um orçamento extra. Uma das que deve considerar atentamente é a solicitação de um empréstimo no banco.

Contudo, sabemos que para obter um empréstimo é preciso passar por uma análise prévia antes de ter o pedido aprovado.

Os fatores considerados nessa análise são cruciais para se ter êxito ao solicitar um crédito. A seguir, vamos explicar quais são pontos chave que aumentam as suas chances de conseguir um empréstimo no banco. Continue a leitura!

Empréstimo no banco: Para conseguir esteja atento a estes 5 pontos

Os empréstimos podem ter as mais diversas finalidades como estabelecer as finanças, realizar um projeto, arcar com custos relacionados à formação, entre outros.

Conseguir um empréstimo não é uma missão impossível. A oferta é extensa, portanto, são muitos os bancos em que pode conseguir o seu.

No entanto, as dificuldades de aprovação podem surgir no momento da análise do perfil e histórico do cliente.

Para melhorar as hipóteses de conseguir o empréstimo no banco, observe estes 5 pontos que certamente os bancos irão considerar para aprovar o seu pedido.

1 - Taxa de esforço alta

A taxa de esforço demonstra a capacidade de arcar com as prestações do crédito. Os bancos consideram esta taxa como uma maneira de reduzir os riscos de insolvência ao aprovar o empréstimo.

O cálculo é simples e é feito através da divisão das prestações do empréstimo pelo rendimento total líquido disponível.

Para que uma taxa de esforço seja considerada aceitável, não pode ultrapassar 40% do rendimento.

2 - Nome na lista negra do Banco de Portugal

Ter o nome na lista negra do Banco de Portugal significa que não é um bom pagador, e isso pesa muito na decisão dos bancos para conceder um empréstimo.

Caso o valor que criou a restrição seja irrisório, vale a pena liquidá-lo para facilitar o acesso ao crédito.

3 - Estabilidade profissional

Apesar de ser mais subjetivo, de facto ter uma carreira estável ajuda na obtenção de um empréstimo.

Isso porque quem possui estabilidade profissional apresenta menos riscos ao banco no momento de cederem crédito. Contrariamente de alguém que possa, de um dia para o outro, deixar de conseguir pagar as prestações devidas.

4 - Mantenha a conta bancária “no verde”

Evite ter a conta bancária negativa, e tente mantê-la sempre no verde, ou seja, com débitos e créditos equilibrados.

Ter um saldo negativo pode significar riscos de incumprimento para os bancos, que podem considerar este fator na hora de aprovar o empréstimo.

5 - Aproveite o bom relacionamento com o seu banco

Se é um cliente sem pendências e dívidas junto ao banco com o qual trabalha, então talvez não precise recorrer a outra instituição para conseguir o empréstimo.

Os bancos costumam apresentar ofertas de crédito com ótimas condições para clientes próprios e com quem possuem um bom relacionamento.

As movimentações frequentes na sua conta também são um ponto positivo para ter o crédito aprovado.

Além disso, tenha sempre em mente as recomendações e cuidados antes de pedir um empréstimo. É importante fazer uma pesquisa entre as ofertas das instituições, comparar taxas e utilizar os simuladores.

Assegure-se que o seu orçamento suporta o valor das prestações sem prejudicar o pagamento das contas fixas. O planeamento é, sem dúvida, a melhor forma de manter a saúde financeira.

Tenha em mente as nossas dicas e faça uma autoavaliação em relação aos 5 pontos chave listados acima. Com esta análise certamente estará um passo à frente para conseguir um empréstimo no banco!

Peça já uma Pré-Aprovação Sem Qualquer Compromisso
Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.